Congresso Sindag foca em novas tecnologias e comunicação e deve bater recordes

A cidade de Canela, na Serra Gaúcha, recebe este mês o que provavelmente será o maior evento aeroagrícola já realizado no Brasil. O Congresso Sindag Mercosul e Latino-Americano, que vai ocorrer de 8 a 10 de agosto, vai receber operadores do Brasil e de vários países do continente. E será primeira vez em que representantes de entidades aeroagrícolas da América Latina e Estados Unidos estarão junto em um único evento, discutindo demandas e oportunidades do setor entre os maiores mercados do mundo.

Não por acaso, este ano as discussões do Congresso Sindag terão foco principalmente na globalização, novas tecnologias e comunicação. A programação terá palestras como a do diretor de Marketing da Rede Globo, Roberto Schmidt, falando sobre Comunicação e Agronegócio, e a apresentação do capitão Rodrigo Araújo, do Corpo de Bombeiros de São Paulo, com o tema A Aviação Agrícola no combate a Incêndio. Também estão no programa a palestra Gestão Financeira de Empresas Aeroagrícolas, com contador, administrador e professor universitário Marcone Hahan de Souza, e o workshop Oportunidades da Pulverização Aérea com Drones, entre vários outros temas.

A movimentação vai ocorrer em uma estrutura coberta com cerca de 3,6 mil metros quadrados, especialmente erguida para o evento. O local vai abrigar os estandes da mostra comercial, três espaços para palestras e debates simultâneos e uma praça de alimentação com food trucks. Isso além da área de recepção dos visitantes e o espaço administrativo do evento. Tudo instalado no pátio junto à pista do Aeroporto Municipal e tendo ao lado ainda a mostra de aeronaves.

70 ANOS
A edição 2017 também será toda ela em clima de comemoração pelos 70 anos da aviação agrícola brasileira. O Brasil tem hoje a segunda maior e uma das melhores frotas aeroagrícolas do mundo, cuja tradição começou em 19 de agosto de 1947, em uma operação contra gafanhotos na cidade de Pelotas, no Rio Grande do Sul. Isso pelo pioneirismo do piloto Clovis Candiota (patrono do setor no Brasil) e do engenheiro agrônomo Leôncio Fontelles. Já no ano seguinte, em São Paulo, a pioneira Ada Rogato se tornava a primeira mulher no mundo a pilotar em uma operação aeroagrícola.

A história será celebrada com um jantar especial no último dia do evento, reunindo membros da família aeroagrícola de todos os países presentes no Congresso Sindag e diversos outros convidados. Aliás, em nome de toda essa tradição, o próprio setor aeroagrícola brasileiro estará mais unido do que nunca. Fruto de parcerias do Sindag com o Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA) – o que deu maior espaço para os pilotos dentro da programação da entidade empresarial.


O Congresso Sindag é a principal vitrine e ponto de encontro da aviação agrícola no Brasil
Fotos de Graziele Dietrich/Sindag

Write a Comment

view all comments

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *