Thiago Magalhães Silva – presidente do Sindag

A pandemia mostrou para o mundo o quão é importante a segurança alimentar. Muitos setores pararam de produzir e foi na agricultura que o mundo apoiou neste momento difícil. Hábitos foram revistos e a sociedade delegou à agricultura um legado muito maior que a segurança alimentar: delegou um pacto com a sobrevivência das futuras gerações.

O Congresso Web veio abrir horizontes e mostrar que a aviação agrícola está na evoluindo tanto no fator humano quanto no tecnológico. Está buscando discutir melhores práticas de pulverização, gestão financeira e humana mesmo em tempos difíceis como o atual. Notamos um aumento das visualizações nas palestras no Congresso Web, comparando com as palestras presenciais no congresso do ano passado. Ou seja, estamos levando a informação, via on-line, a um público maior. 

A sobrevivência de qualquer setor está ligada diretamente ao seu protagonismo com a evolução. Por isso, para os próximos anos, o Sindag pretende investir no que achamos fundamental: a evolução do empresário e do capital humano das empresas. Acreditamos num rápido crescimento do setor no pós-pandemia e isso deve se refletir já no congresso de 2021. Quando iremos trazer novos temas de desenvolvimento tecnológico e qualificação da mão de obra. 

Emblematicamente, a volta do evento presencial, com o chamado novo normal, será junto com as comemorações do centenário da Aviação Agrícola. Quando iremos trazer temas de desenvolvimento tecnológico e qualificação da mão de obra. Também discutindo a preocupação com a saúde e a evolução imposta pela própria sociedade ao agro. Tudo traduzido em sustentabilidade, alimentos mais saudáveis e uma prestação de serviço focada na melhoria contínua e comprometida com as futuras gerações.